.

.
Clique na imagem acima para acessar nossa nova página no Facebook e interagir com outros leitores e comigo

quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

Um convite para este Natal!


O Natal é um período realmente especial para mim. Sempre aguardo, ansiosamente, o ano inteiro por ele. Para as diferentes tradições cristãs, é multiplamente rico em significado. Para a Igreja cristã, em todas as suas diferentes expressões, é a celebração da chegada daquele que os cristãos chamariam de “Cristo”. Para todos os cristãos, independentemente das compreensões teológicas que abracem, é um testemunho da relação que mantemos com o Deus no qual vivemos, nos movemos e existimos.

A tradição cristã celebra, no Natal, a encarnação do Divino entre os seres humanos. Para mim, é uma recordação do elo que temos com a Presença Eterna, fonte de nosso ser, e, ademais, do elo que todos os seres humanos têm uns com os outros.

Nossas celebrações são belas e importantes; mas não são os presentes, os banquetes, as festas, as luzes, etc, o que realmente importa no Natal. Para mim, é a recordação de que o Divino pode adentrar nossa realidade, e que podemos recepcioná-lo em nossos irmãos e irmãs, o que importa nesta data. Como ensinam as Escrituras, “amemo-nos uns aos outros; porque o amor é de Deus; e qualquer que ama é nascido de Deus e conhece a Deus” (1 João 4:7).

Neste Natal, convido-lhes para que se juntem comigo em oração e serviço em favor daqueles homens, mulheres e crianças que enfrentam a escuridão das fronteiras estrangeiras, e que, como Maria, José e o bebê Jesus, só buscam um abrigo em sua jornada. Que possamos estar abertos a todos os “estrangeiros” (factuais ou metafóricos), como se eles fossem a família de Jesus em sua jornada. Que possamos permitir que a narrativa de Natal transforme nossos corações e ações. Esta é minha oração para este Natal.

Feliz Natal a todas e todos!

+Gibson


Postar um comentário